Beco do Batman: Expressão ilimitada / Batman Alley: Unmetered expression

graffiti, Batman Alley
O Beco do Batman é aqui!

Grafites são pintados pelas mais diferentes pessoas. A percepção de uma juventude desencantada utilizando spray não soa verdadeira em minha experiência. A maioria dos trabalhos é realizada por pessoas mais velhas. Claro, tags são feitas geralmente por jovens, mas representam proporção pequena dos grafites em nosso bairro. (...)
Um grande amigo comentou em certa ocasião que, em comparação com o volume de propaganda com que somos bombardeados nas ruas por outdoors e similares, o grafite pode ser visto como uma alternativa comunicativa benigna e criativa. Sem pesquisas do consumidor e nada para vender, ele possibilia a expressão do inexplorado e do ilimitado. Às vezes falha e às vezes obtém suceso de forma brilhante." -
Jon Jacka, arquiteto australiano.
Estas palavras, pronunciadas no contexto de Sydney, na Austrália, adaptam-se com perfeição ao ambiente do Beco do Batman, na Vila Madalena, em São Paulo, como demonstram as postagens abaixo sobre, da esquerda para direita, o Beco do Batman em 2013, o bar Bargaça, grafites nas redondezas do Beco do Batman em 2013, o Beco do Batman agora em 2015, grafites em um estacionamento para carros e em uma viela, ambos na rua Harmonia, na conexão com o Beco do Batman.

The Batman Alley is here!

Graffiti is carried out by all sorts of people. The perception of a disenchanted youth spraying the streets doesn't ring true in my experience. Most established work is by older people. Sure, tags are generally by younger guys but this is a pretty small proportion of the graffiti in our neighbourhood. (...)
In relation to graffiti, a good friend of mine once commented that in comparison to the barrage of corporate advertising that we’re all fed on the streets through billboards and the like, graffiti could be seen as a benign and creative outlet for expression. With no consumer research, nothing to sell, graffiti provides for the untapped/unmetered expression. Sometimes it fails, sometimes it succeeds brilliantly” by Australian architect Jon Jacka.
These words, said in the context of Sydney, Australia, fully adapt themselves to the Batman Alley environment, in Vila Madalena, Sao Paulo as it is shown below, from left to right, on posts about the Batman's Alley by 2013, the Bargaça Pub, graffiti on houses´ walls in Batman's Alley neighborhood by 2013, the Batman's Alley by now in 2015, graffiti on a car parking and on the walls of a empty land, both on Harmony street nearest the Batman's Alley.

 

graffiti, batman-alley

Bem vindo ao Beco do Batman!
Welcome to the Batman Alley!

Veja mais / See More ...

Graffiti, batman-alley, bargaca

Bargaça
The Bargaça Pub

Veja mais / See More ...

Graffiti, batman-alley

Beco do Batman em 2013
The Batman Alley by 2013

Veja mais / See More ...

arte-de-rua, beco-do-batman

Arte de Rua
Street Art Artworks

Veja mais / See More ...

Graffiti, batman-alley

Grafites contra o tédio
Graffiti against Boredom

Veja mais / See More ...

Graffiti, batman-alley

Beco do Batman em 2015
The Batman Alley by 2015

Veja mais / See More ...